Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

home . empresa . Novidades

17.08.2018

Tudo que você precisa saber para comprar um apartamento

Sonhando com a casa própria? E que tal sair do aluguel? Realizar um sonho e finalmente comprar um apartamento? Este é um grande passo que você pode dar em direção a sua liberdade.

Comprar um imóvel não é uma tarefa simples, mas também não é tão complicado quanto você imagina.

Por ser um bem de alto custo, é necessário muito planejamento na escolha do melhor imóvel e melhor tipo de financiamento. Vale lembrar que, caso financie, o valor será dividido em parcelas e você deverá quitá-las mensalmente provavelmente por alguns anos.

Ou seja, esse valor financiado deve estar dentro do seu orçamento.

Localização, tipo de imóvel (casa ou apartamento, novo ou usado), menores taxas de juros e outras características devem ser analisadas durante o seu planejamento.

Quer saber todas as informações que você precisa para comprar um apartamento?

Continue lendo este artigo e você vai descobrir!

Valores e financiamento de um apartamento

Buscar por imóveis ideais e com valores não tão altos é a atitude mais recomendável para evitar surpresas ou problemas futuros.

Mas, você precisa ir com calma durante o período de pesquisa.

É nesse momento que você poderá ter mais consciência sobre os valores reais dos imóveis, então observe se o valor total se encaixa em suas despesas.

A primeira pergunta que você deve fazer é:

Eu tenho dinheiro guardado, ou na poupança?

Se você já possui, é um grande passo! Uma quantia significativa é repassada logo no primeiro momento da compra, o valor de entrada.

Caso você não tenha uma quantia reservada e ainda não pensou nesse planejamento, essa é a hora de alterar seus planos e economizar uma porcentagem da sua renda.

O valor de entrada geralmente corresponde a 30% do valor total do imóvel, mas claro? algumas construtoras possuem condições facilitadas.

Como é feito o financiamento e o cálculo da renda?

Primeiro, vamos entender como funciona realmente o financiamento e tudo que ele engloba.

É incomum encontrar pessoas com o valor total disponível para adquirir um bem de alto custo, como por exemplo um imóvel ou um veículo. Por isso, os bancos ou instituições financeiras costumam 'emprestar' essa quantia para o interessado.

Por que 'emprestar'? Porque apesar de ser uma forma de adiantar o dinheiro - que você não tem - para o vendedor (muitas vezes a construtora/incorporadora), o bem fica como garantia do banco.

Enquanto isso, você passa a dever ao banco, que estipula condições de pagamento ao longo dos anos, de forma que se encaixe na sua renda.

Em resumo, a diferença entre o empréstimo e o financiamento é que aquele não exige o bem como garantia, enquanto este sim. Justamente por essa 'garantia' do banco, as taxas de juros de financiamento costumam ser menores que as do empréstimo!

Após a escolha do imóvel, haverá a aprovação dos documentos necessários e a determinação dos valores fixos de cada parcela, já sob o acréscimo de juros do banco.

A partir daí, o banco repassa o valor para o vendedor ou construtora do imóvel e você passa a quitar as parcelas com sua instituição financeira.

Como é determinada a quantia do financiamento?

Fácil!

As parcelas fixadas durante o tempo de financiamento são calculadas com base em sua renda familiar mensal, ou seja, a soma das rendas que irão financiar o imóvel em conjunto com você, juntamente com a quantidade de meses do financiamento.

Vale lembrar que o valor da parcela não pode ultrapassar 30% da renda mensal composta para o financiamento.

Quanto maior for a sua renda familiar mensal, maior o valor do imóvel que você pode financiar.

Mas lembre-se, omitir ou acrescentar rendas ou até mesmo adquirir um imóvel superior ao seu orçamento não é uma boa ideia, há grandes chances de desequilibrar sua economia e gerar inadimplências.

Falando nisso, confira todos os gastos extras na compra do seu imóvel.

O tipo ideal de financiamento

O melhor tipo de financiamento é aquele que mais se adequa às suas condições financeiras.

Qualquer banco ou instituição financeira oferece opções de financiamento, escolher o modelo que tem menos taxas de juros e acréscimos é a melhor forma de não engordar suas parcelas.

Posso utilizar meu FGTS na compra do meu apartamento?

Sim! É possível utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço na compra de imóveis, mesmo sem ter ocorrido a demissão ou aposentadoria.


Com o FGTS você pode:

  • Amortizar o saldo devedor;
  • Diminuir a quantidade de parcelas do financiamento (mantendo valores fixos de parcela).

Quer saber mais sobre essa opção de crédito, os requisitos para utilização, quem pode e como sacar o valor do FGTS? Confira nosso artigo ?Compra de imóvel com FGTS: as informações que você precisa?.

Pesquise entre as construtoras do seu estado

Estar a par sobre todas as suas necessidades e o que será cômodo para você no novo imóvel é uma questão que vale a pena ser listada.

Locomoção, transporte, área de lazer, piscina, academia!

Junto com o apartamento vem uma série de fatores que são criados justamente para facilitar o seu dia a dia.

Conhecer as construtoras que a sua cidade, ou estado, possui é uma boa forma de saber quais são os empreendimentos disponíveis e tudo que eles têm a oferecer.

Pensar em empreendimentos que sejam satisfatórios as suas necessidades e a da sua região, respeitando a ecologia local e valorizando as belezas e diferenças, é o ideal para uma escolha consciente e sem chances de arrependimento.

É imprescindível conhecer a história da empresa e pesquisar se ela possui histórico de mau posicionamento no mercado. Opte por soluções sustentáveis e que sejam reconhecidas no estado ou país, tanto em prêmios quanto por seus moradores.

E o principal: que tenham compromisso com a entrega e com a qualidade estrutural dos empreendimentos.

A Città Engenharia é uma das construtoras que se responsabilizam pelo desenvolvimento sustentável do Espírito Santo, principalmente em Vila Velha e a capital capixaba Vitória.

Fazemos parte do projeto Movive, que tem como objetivo criar ações para um futuro melhor do municipio, atrelando o crescimento da cidade com o intuito de deixá-la ainda mais habitável, segura e alavancando o turismo.

Nossos empreendimentos são pensados de acordo com o local que será inserido: praias, centros, parques. Todos são planejados com o objetivo de conectar-se a estética local, prezando pela sustentabilidade, inovação e beleza.

Por isso já recebemos os prêmios de ISO 9001, Nível A, Melhor Lançamento Residencial 3 Quartos, Finalista Melhor Empreendimento Residencial e Melhor Campanha.  

Agora que você já sabe sobre as opções de financiamento, qual crédito utilizar e qual construtora escolher... Que tal saber qual o melhor tipo de imóvel para comprar: novo, usado ou na planta?

Apartamento pronto ou na planta?

Há muitas diferenças entre os dois tipos de imóveis, escolher o que é ideal para o seu tempo de planejamento é a melhor resposta, então vamos conferir o que cada proposta pode significar na compra de um apartamento.

O imóvel pronto tem a vantagem de estar? pronto!  

Sim, riscos com obras em atraso ou apartamento que não foi entregue do jeito que você esperava pode ser uma frustração a princípio, porém, no imóvel pronto você já tem a garantia que ele está em perfeitas condições e já conhece todas suas características.

Ou seja, basta entrar e morar.

Em contrapartida, há mais burocracias para finalizar a compra, como os diversos tipos de documentações.

Mas é justamente aí que está a garantia do seu negócio, as documentações são um fator de segurança para você.

Já a compra do imóvel na planta requer um bom estudo e análise da empresa construtora que irá desenvolver o projeto, verificar as ocorrências anteriores e o histórico da empresa.

Assim, irá se livrar de problemas futuros, como os atrasos ou até mesmo falência da construtora.  

Atualmente a justiça tem sido mais rigorosa em relação à construção de imóveis comprados na planta, mas não há formas de garantir 100% a entrega do imóvel.

Pesquisando e conversando com a construtora escolhida é fácil saber a idoneidade da empresa.  

As facilidades implícitas do imóvel na planta são ótimas para pessoas que precisam de um tempo maior para planejar o pagamento das prestações, pois no decorrer das obras você pode começar a pagar parcelas mais flexíveis do que o financiamento de um imóvel pronto.

A documentação também tende a ser menos complicada, e boa parte das questões burocráticas ficam a cargo da construtora.

Em geral, uma das principais diferenças entre um imóvel novo ou na planta é a valorização do empreendimento. Quando comprado na planta ele tem um índice de valorização maior quando fica pronto.

Se ainda restou dúvidas sobre o assunto, confira nosso artigo 'Apartamento pronto ou na planta: qual a melhor opção'.

Gostou de tudo que abordamos?

Já está preparado para comprar um apartamento?

Confira 7 dicas para sair do aluguel e realizar o sonho da casa própria agora!

E conheça a construtora que tem tudo a ver com esse momento de inovação: a Città Engenharia.

Encontre a Città Engenharia e escolha viver bem!

A Città Engenharia está a mais de 50 anos atuando no mercado imobiliário do Espírito Santo, e o segredo do nosso sucesso é a confiança que transmitimos aos nossos clientes através dos nossos empreendimentos e projetos.

Valorizamos a experiência de viver bem buscando inovação e sustentabilidade.

Quer conhecer a Città? Com o nosso atendimento online e ajuda de um consultor de vendas, fica muito mais fácil encontrar o apartamento dos seus sonhos.  

Conheça nossos empreendimentos no site e saiba mais sobre nós!

Voltar

Não encontrou o imóvel do seu sonho?

Fale com um consultor agora e conheça as melhores opções para você!

ENTRAR NO CHAT